sexta-feira, 3 de abril de 2009

A Clockwork Orange


Há séculos que queria assistir esse filme. Todo mundo sabe que é um clássico indispensável para quem gosta de cinema, um filme em que Stanley Kubrick mostra toda a sua genialidade.
O filme é de 1971 mas se passa num futuro psicodélico e cheio de cores. A história gira em torno de Alex, um jovem inconsequente de classe média que passa seus dias e suas noites "tocando o terror" na cidade onde mora, praticando assaltos, espancamentos e estupros junto com a sua gangue, por pura diversão. Vítima de uma cilada armada pelos 'brothers' de sua gangue, Alex cai nas mãos da polícia. Na prisão, querendo desesperadamente sair de lá, Alex se oferece para ser cobaia de um novo tratamento de reabilitação implantado pelo governo. O jovem é injetado com uma droga que o faz se sentir muito mal enquanto é exposto a cenas da chamada 'ultraviolência". Depois de 15 dias de tratamento Alex associa a violência à dor física desenvolvendo aversão a ela. Já curado, O rapaz volta à sociedade aonde tem que enfrentar a vingança de suas vítimas.
O filme é baseado no livro homônimo de Anthony Burgess, e tem como ator principal Malcom McDowell que faz um excelente Alex. O filme não seria o mesmo se o ator não estivesse envolvido nele. McDowell deixa claro todo o seu enorme talento nos apresentando um Alex que transita de momentos ultraviolentos à sensíveis, onde ele aprecia Beethoven, seu músico predileto.
Alex e sua gangue também possuem uma linguagem própria, cheia de códigos. À primeira vista palavras criadas numa mistura de inglês, russo e gírias como "guliver" e "devotchka" para substituir "cérebro" e "moça" respectivamente, parecem aleatórias, mas têm um sentido lógico pensado pelos roteiristas e diretor.
O filme é muito bom e de certa forma atual, quando mostra os jovens ricos e inconsequentes. Tem também um 'quê' político com o tratamento presidiário. Sem falar na direção magistral de Kubrick, com seus ângulos estáticos e takes longos.
Não é um filme de massas, é um filme pra quem sabe apreciar o cinema. Tanto é que quando o filme acabou uma amiga minha falou: " Acabou foi? Que merda esse filme."

Um comentário:

...Xuliii... disse...

quem foi q disse q eh uma merda?? ^o)
eu quero muuuuuito assistir!
acho q vou lá na fixy! ãã

xx BestPoynter