sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Anxious.

"Pretending someone else can come and save me from myself."

Essa ansiedade é horrível. Já ter feito o planejado e agora ter que esperar. Esperar por algo que mude a minha condição, algo que talvez não venha. Esperar ansiosamente por um futuro incerto. Não poder me conformar com o indesejado por não saber se ele é verdade e, ao mesmo tempo, ter a ânsia de mergulhar em desejos impedida pelo medo do afogamento. Não poder falar com ninguém sobre, mesmo trocando qualquer coisa por uma conversa franca e cheia de palavras de estímulo que podem não ser totalmente verdadeiras. A falta de concentração reina; minha cabeça viaja para lugares e esperadas realidades que ainda não foram vividas. O mais perturbador é que a ansiedade e a incerteza podem ter fim com uma única ação. Isso, no entanto, não transforma essa ação em certeza, pois o medo do depois vem se fazer presente. Medo do não, medo de mudanças, medo do estranho, medo do desconhecido... até mesmo o medo da aceitação!
Saber o que é preciso fazer e não ter a coragem de fazê-lo.



Não tentem entender.

3 comentários:

Letty Judd disse...

Uau... muito profundo amiga!
Eu ACHO que entendi...
hahaha



XX Poynter!

Pedro Didier disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Didier disse...

Uau!! Filosofou legal aí não??? Eu não entendi nada, e vou seguir o conselho no final, não vou tentar entender...

Bjs :*