quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Why can’t I be the one?

tumblr_l7xda92GY21qcct32o1_500 Às vezes eu sou tão patética. Não tem nem mais graça escrever isso aqui. Acho que todos que lêem esse blog (alguém?) já sabe da minha pateticidade. Mas eu não consigo parar. Todo dia é a mesma coisa, acho que tá em mim e nunca vai passar.

Ver um menino bonito na rua, no ônibus, na faculdade, em qualquer lugar e passar o resto da semana do dia pensando nele. Como seria o primeiro encontro, nosso namoro, nosso casamento e etc. Tem coisa mais ridícula? Acho que não.

O pior é quando acontece como hoje. Depois do feriado todo em casa, só mergulhada no estudo ou na ficção, sem meninos para tirar minha atenção, conformada com minha condição de single-ladie-eterna, de repente recebo o impacto do mundo real. Uma pessoa que eu já tinha parado de me imaginar casando com ela me aparece mais irresistível que Damon Salvatore de jaqueta de couro. Ele deve saber o quanto me perturba. Só pode. A pessoa loira, de olhos azuis e parecida com Harry Judd, veste uma blusa xadrez, uma calça dobrada na canela (como se fosse pescar), um tênis igual a um que o Poynter tem e ainda me inventa de dá uma bagunçada nos cabelos à la Edward Cullen. Me diga se eu posso?

E pra girar a faca ainda mais fundo, toda vez que eu olhava pra ele, meu olhar encontrava com aqueles olhos azuis-cor-de-menu-do-windows. O que não faz muita diferença porque ele olha pra todo mundo. Mas, dá licença? Se não vai tirar proveito, pra quê atiçar? Aí fica Sara o resto do dia pensando na pessoa (que já tinha saído da cabeça dela) e lamentando. Se perguntando mais uma vez porque. Por que ela não pode ser the one.

dougie

3 comentários:

Letícia disse...

Esses homens te matam amiga. FATO!

'Uma pessoa que eu já tinha parado de me imaginar casando com ela me aparece mais irresistível que Damon Salvatore de jaqueta de couro. Ele deve saber o quanto me perturba. Só pode. A pessoa loira, de olhos azuis e parecida com Harry Judd, veste uma blusa xadrez, uma calça dobrada na canela (como se fosse pescar), um tênis igual a um que o Poynter tem e ainda me inventa de dá uma bagunçada nos cabelos à la Edward Cullen. Me diga se eu posso? '
Não vc não, pode. Nem vc nem ninguém.. *baba*


'olhos azuis-cor-de-menu-do-windows' EURIMUITO!!
HAUSHUAHSUAHSUAHSUAHSUHASUHASUHAUSHAUSHAUSH XD


XX Poynter

maryna disse...

eu rir na parte do olhos cor de menu de windows.
aposkaposkoas :p
sim.. vc n pode ser a primeira, mas pode ser a segunda EM? tchêtchÊ! =D
hahhahaa..
:*

Juliana Lacerda disse...

Ah amiga, que nada. Nao é nem de longe tão patético.
Quem nao faz isso? lalala
Patetica sou eu que depois de conseguir o que quero, acho que perdeu a graça.
Mas pelo menos uma vez na vida, vamos ate o fim, né?!
Não me importo mais quantas vezes caí, ou se me humilhei. E daí? Acontece com todo mundo. E a vida é pra isso, certo? Aprender com os erros, e ensinar com os acertos...
E se bem que acho que ainda nao to pronta pra ensinar... [hehe] vale um conselho de amiga, né?!
Não se importe se vai dar errado, ou se vai levar um super tombo no final, SE ARRISCA MULHER! Depois é só dizer que é passado, que nao se importa e nem lembra mais... ou não! (6) mwahahaha

xx
Ily, bitch!