domingo, 21 de junho de 2009

Ritual cinéfilo


Eu preciso ir ao cinema urgentemente. Preciso assistir a um filme na tela grande. Tô entrando em crise de abstinência.
Preciso sentir o prazer de chegar lá, escolher meu filme, encher meus pulmões de ar e soltar tudo de uma vez só pra tia da bilheteria. Quantidade de ingressos, meia/inteira, filme e horário.
Depois disso ficar conversando baboseiras e andando pelo shopping enquanto a hora do filme não chega. Ou então, correr pra comprar mantimentos para as (em média) duas horas de reclusão na sala escura. Chocolatte, salgadinho, coca-cola, marshmallow e mais chocolate.
Por incrível que pareça eu nunca compro pipoca pra comer no cinema. Mas, mesmo assim, adoro quando me sento em frente à tela e o cheiro da pipoca que outras pessoas compraram domina meu olfato.
Também tem os minutos em que você fica na fila para entrar na sala. Esperando ansiosamente, ouvindo conversas alheias e se segurando pra não atacar as guloseimas antes mesmo de entrar no cinema propriamente dito.
Tem a parte em que você entrega o seu ingresso ao carinha do cinema e estende a mão esperando ele lhe devolver a parte que fica com você. E quando ele lhe devolve você guarda na bolsa pra poder colar na agenda assim que chegar em casa.
O verdadeiro ritual começa, porém, quando se adentra na sala escura. Todos começam a falar sussurrando e a se movimentar com o máximo cuidado. O silêncio é sagrado e cada barulhinho, por mínimo que seja, é ouvido e repreendido por todos.
O lugar em que você senta representa 30% da sua ida ao cinema. Se você pegar um bom lugar (mais precisamente no meio e a partir da 8º fileira contando de baixo pra cima), mesmo que o filme seja ruim você pode aguentar vê-lo até o fim. Mas, mesmo o filme sendo o seu preferido, se você se senta em um lugar ruim, sairá de lá com a frustante sensação de não ter visto o filme inteiro.
Escolhido o lugar certo, é hora de esperar uns dez minutos até o filme começar. Você desliga o celular, se acomoda na cadeira, cochicha mais um pouco e acomoda o lanche em seu devido lugar pra não ter problemas com ele durante o filme.
O chiado no som acima da sua cabeça é que determina o começo da mais nova mudança em sua vida. Sim, porque ela irá mudar. Mesmo que o filme não preste, assistí-lo fará com que você nunca mais saia de casa para vê-lo ou recomende-o a um amigo. E isso é uma mudança, não?
Após as luzes serem apagadas, você se sente pronta para mais uma aventura. Para deixar seu problemas de lado, entrar de cabeça em um mundo totalmente diferente do seu e torcer para que outras pessoas resolvam seus próprios problemas. Sonhar junto com elas, rir, chorar, xingar. Um sentimento de cumplicidade invade a sala.
E então, quando as luzes se acendem e todos se levantam para ir embora, você só tem dois caminhos (predispostos) a seguir. 1) Você se alegra, põe um sorriso na cara e comenta com todo mundo como o filme foi bom, como você virá assistir de novo com fulaninho e como vai comprar o DVD e chamar os amigos para uma sessão em casa; ou 2) Sai resmungando e apontando os defeitos do filme, pensando em como deveria ter escolhido aquele outro filme e já programando a próxima vinda à sala escura.

7 comentários:

Lilah Poynter disse...

WOoow, que descrição incrível! Lembrei de quando fui ao cinema ver Crepúsculo. hohoho.
E agora deu vontade neah?
*---------*
adorei o post xD

x*

Lilah Poynter disse...

Ah sim, e Lovely Complex é um anime! xD por enquanto eu so vi um episódio... o primeiro, mas eh mtooooo fofo, eu adorei ^^

x*

Letty_Pooh disse...

Belo post Poynter! Eu li TUDINHO! =)
VAMO PRO CINEMA?????
PLEASEEEEEE!



XX

Pedro Didier disse...

Massa o teu post!!! Deu uma vontade de ir ao cinema...
faz tempo que eu não vou tbm, a última vez que eu fui foi pra assistir divã com a minha prima!!Preciso assistir 2 filmes: Mulher Invisível e Anjos e Demônios.

Bjs

Larii *--* disse...

simsim ! (: também preciiso ir ao cinema. amei a descrição, cat. me fez até lembrar. :D' mto bom, o post. ((: beigos e qeijos (?) ♥

Maurício disse...

Ótimo post. Sinto muitas coisas parecidas, querida. Principalmente no tocante ao "mudar" depois de ver um filme. É verdade. Nunca se sai a mesma pessoa depois disso. Não importa se em cinema ou em casa; você é transformado de uma forma que sai ao seu controle. Sobre as guloseimas, não as compro, elas sempre acabam ao final do primeiro filme do trailer. Apenas uma vez que comprei um galeto, haha

Lis disse...

Também fico meio desesperada quando não vou ao cinema e tal ASHDUASHD AMO CINEMA. Ontem eu vi A Era do Gelo 3. Normalmente não gosto muito de animação, mas EU AMO a Era do Gelo, e o último filme é o melhor de todos, com certeza! ASHUDHAS Enfim, não cheguei no vestibular ainda mas to me matando ._. ASUDH Boa sorte!