quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Dawson's Creek - 3x20.The Longest Day

Às vezes eu passo muito tempo sem ver uma série. Quer dizer, paro de assistir em algum ponto sem ter terminado. Por exemplo: faz mais ou menos um ano que eu deixei Dawson's Creek de lado. Parei de assistir na 3º temporada, por motivos que me fogem da memória, mas ela tava sempre na minha consciência (principalmente quando eu via os DVD's na estante da sala).

Então ontem eu a resgatei, não sem antes ter que analisar/passar superficialmente todo o disco anterior para relembrar pelo menos quem estava com quem. E aí eu me lembrei do quanto Dawson's Creek é boa. Percebi que sentia falta das tiradas de Pacey e dos sonhos de Dawson (que posso dizer, se parece muito comigo).

Mas falando sobre do que é realmente esse post, eu adorei a dinâmica do episódio que acabei de ver, o The Longest Day. A repetição das mesmas cenas mostrando novas informações pode não ser original, mas com certeza é usada com pertinência e criatividade.

A situação é clichê, mas nem por isso fácil: Pacey e Joey começam a ficar juntos e Dawson nem desconfia. Um cenário como esse pede a versão de todos os lados, porque por mais que os protagonistas se digam "traídos", não existe um verdadeiro culpado. Joey e Dawson estavam
separados, ele continuou triste, ela começou a conhecer Pacey melhor e pimba!, os dois se apaixonaram. Existe um culpado? Como a resposta é não, a decisão de mostrar o dia do ponto de vista de cada um é acertada; os sentimentos de todos ficam expostos e a cada nova informação mostrada ainda são desenvolvidos os outros personagens.

Todo o episódio se passa nesse longo dia em que Pacey decide contar à Dawson que está ficando com sua melhor amiga e soul mate. E apesar da repetição, do mesmo dia começar três vezes, a história não fica cansativa porque temos a chance de ver os mesmos momentos de várias perspectivas, como na cena em que Joey vai ao quarto de Dawson com o intuito de contar à ele sobre ela e Pacey (o que acaba não fazendo) não desconfiamos que Dawson já sabe. Mesmo quando ele conta o enredo do filme ao qual está assistindo (amigo fica com garota do outro-outro descobre-os três se separam) pensamos ser só uma coincidência colocada ali para atormentar Joey ainda mais. Mas eis que quando o ponto de vista muda e já sabemos que Dawson já sabia, toda a perspectiva da cena também muda, sabemos que aquele filme não está ali por acaso e as expressões de Dawson adquirem um outro significado.

É claro que para alcançar esse efeito a movimentação de câmera é essencial. Não é à toa que quando vemos o ponto de vista de Joey, vemos principalmente suas emoções e não tanto as de Dawson, porque não saberíamos interpretá-las. Já quando Dawson é o dono da perspectiva da vez, a câmera fica quase que inteiramente apontada para o seu rosto.

Vendo a história de todos os lados eu não posso dizer que tenho um preferido para ficar com Joey. Sei com quem ela ficará no final mas é a primeira vez que não tenho um lado definido. Apesar de Pacey e Dawson serem tão diferentes (ou por isso mesmo), gosto dos dois.

Na verdade, antes eu até que tinha um lado; queria que Dawson ficasse com Joey e Pacey com Andie. Mas agora, ver Pacey sofrer por causa de Joey parte meu coração. No final (pelo menos desse episódio), ele ficou sozinho. Nem Joey, nem Dawson. Nesse momento eu estou do lado dele e torcendo pra Dawson deixar de ser tapado e orgulhoso e retomar essa antiga amizade.

2 comentários:

Lilah Poynter disse...

Eu nunca assisti Dawson's Creek e sei que isso é um pecadooo... tem tantas séries que eu tenho que assistir e não encontro tempo para isso.
Mas você descrevendo as cenas e os vários pontos de vista já me deu uma ideia do quanto esse episódio deve ser interessante. Vou me lembrar do seu post no dia em que assistir xD

Ah, sim, retornei ao mundo dos blogs o/ saudade disso ^^

Bigjso disse...

Eu nunca tinha ido a fundo de Dawson's creek, até que no começo desse ano, finalmente fiz uma maratona e consegui assistir todos os episódios da série. Que se tornou uma das séries que mais gostei de acompanhar até hoje. Lembro bem desse episódio e lembro que achei genial, eu sempre torci pro Pacey pq acho a relação deles (Como namorados) mais madura e consistente.